Chega de exclusividade de surf na Ilha de Thanburudhoo nas Maldivas

0
46
thanburudhoo2
thanburudhoo2

Abdulla Gayoom, presidente das Maldivas, suspendeu o desenvolvimento de um resort de surfe de luxo na Ilha de Thanburudhoo (Kaafu Atoll), que abriga as ondas de classe mundial dos Sultões e Honkeys.

O Ministério do Turismo rescindiu o contrato de arrendamento com a Telos Investment. As autoridades disseram que os investidores privados não desenvolveram o complexo dentro do prazo acordado.

“Isso permitirá que surfistas locais, surfistas de todo o mundo e organizadores de competições de surf usem a ilha da melhor maneira possível”, observa o Ministério do Turismo.

Abdulla Gayoom quer que a Ilha de Thanburudhoo se torne um “patrimônio do surf”. É propriedade da Maldives National Defense Force (MNDF) Welfare Company, mas foi alugado da Telos em agosto de 2012.

A Maldives Surf Association (MSA) contestou a decisão de construir um resort de surf na Ilha de Thanburudhoo. Os surfistas locais se opõem à exclusividade do surf e aos operadores de turismo de surf, mas ainda acreditam que o governo tomou uma decisão tática.

“É ótimo termos o Thamburudhoo de volta, mas acho que é uma compensação nos impedir de falar sobre o governo pegar seis spots de surf para um projeto e chamá-lo de ‘desenvolvimento'”, disse Ahmed Fauzan, presidente da MSA, Maldivas. Independente.

O governo das Maldivas planeja construir uma ponte em Raalhugandu, em Malé, e a MSA não tem dúvidas de que isso destruirá as melhores praias de surfe do atol, onde 90% dos surfistas das Maldivas pegam seu quinhão de ondas.

“Há 20 anos saio de casa todos os dias, indo para Raalhugandu e surfando. É o que eu mais gosto de fazer, assim como outros 150 surfistas do Atol de Malé. O que fazer agora ? Karo perguntou.

Descubra o melhor lugare para surfar nas Maldivas.

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui