Ross Clarke-Jones escapa por pouco da morte na Nazaré

0
176
rossclarkejones5
rossclarkejones5

O surfista australiano Ross Clarke-Jones quase se afogou na Nazaré, Portugal.

Existe uma regra de ouro na Praia do Norte que diz: “Nunca vá para a direita”.

O surfista de 51 anos de Sydney está acostumado com as ondas portuguesas. Mas, desta vez, não foi preciso nem mesmo uma onda grande para ter um momento terrível.

Bastou uma onda média para a direita que foi capturada e passou sobre o icônico penhasco do farol. Depois de pular da onda, eles o arrastaram para baixo d’água por 30 segundos.

E quando Ross inflou seu colete salva-vidas, ele viu a caverna e as pedras à sua frente.

“A rachadura foi tão rápida e forte que rastejei direto para a zona de matança, onde ninguém pode se juntar a você em jet skis porque é raso e coberto de pedras”, disse Ross Clarke-Jones.

Da esquerda para a Mãe Natureza, o australiano foi novamente espancado e lavado nas pedras.

“Eu estava completamente sem fôlego, então me mudei para um lugar mais seguro e me escondi atrás de uma pedra. Outro jogo entrou e me arrastou como uma máquina de lavar.

Depois de recuperar sua compostura e orientação, Clarke-Jones elaborou o cenário e escalou o penhasco de 30 metros.

“Sabe no que se inscreve quando surfa na Nazaré. Sempre me divirto. Mas foi um bom lembrete de que nunca se deve desconsiderar. Principalmente em dias pequenos como hoje, quando pode ser. “

“Foi um grande erro. Acho que terminei a temporada da Nazaré. Acho que vou deixá-la. Preciso descansar. Já se passaram quatro longos meses”, concluiu o surfista de ondas grandes.

Por fim, Ross Clarke-Jones escapou da morte por afogamento com uma concussão e uma perna ferida.

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui