Maya Gabeira está pronta para lutar contra o medo na Nazaré

0
62
mayagabeira15
mayagabeira15

Maya Gabeira diz que a Nazaré “se sente em casa”. O atleta brasileiro que quase perdeu a vida nas férias de surf em Portugal está de volta ao Canyon para negociar um novo começo.

Apenas um surfista de ondas grandes conhece a sensação. E Gabeira se sente bastante confortável em uma atividade ao ar livre movida a testosterona. Ele adora surfar em ondas monstruosas e fará isso enquanto puder.

Em 2013, Maya apaixonou-se pela Nazaré. Mesmo depois do acidente perto de afogamento que aconteceu em 28 de outubro. O oceano era poderoso; talvez não com raiva ou com raiva. A surfista carioca sabia que precisava voltar para a vila de pescadores.

Gabeira foi criticada por ser uma mulher desavisada em uma enfermaria masculina, mas se concentrou apenas em sua reabilitação física e mental. Em 2014, Maya tratou seus ferimentos e voltou ao seu ambiente preferido. Primeiras ondas, depois ondas grandes.

Nazaré, Portugal: o Canhão lança as suas bombas |  Foto: Flindt / Red Bull

A brasileira nunca escondeu o objetivo principal da sua carreira: regressar ao Farol da Nazaré e apanhar uma das maiores ondas de todos os tempos. Esperançosamente, em 2015, Maya Gabeira vai escolher uma onda limpa e perfeitamente silenciosa.

Seu sorriso ao ver as ondas do alto diz tudo. Desta vez, Maya Gabeira está mais treinada para lidar com feras líquidas. Com a orientação de Garrett McNamara e a onipresença de seu treinador Carlos Burle, ele não vê a hora de fazer isso.

“Experimentei umas ondas. Nada muito grande. Foi bom colocar o jet ski e a nova prancha de surf na água e saber como vamos colocar o plano de segurança a funcionar. É extremamente importante chegar cedo”, disse Gabeira. disse à estação de televisão portuguesa TVI.

Maya Gabeira: uma mulher ao ar livre cheia de testosterona |  Foto:

“Tive muito a recolher. Tive que trabalhar muito e precisei de muita paciência para voltar aqui. Foi um grande medo que me deixou com alguns ferimentos. Mas foi uma experiência. A vida que tive que viver.” Aconteceu e agora tenho que seguir em frente. ”

“Sempre temi e respeitei as ondas grandes. E é por isso que queremos evoluir, melhorar os padrões de segurança e encontrar melhores equipamentos. Tudo vem do medo e do respeito que temos pelo mar e por este perigoso esporte”.

Munida de pranchas desenhadas por Gerry López, a intrépida Maya está pronta para a Praia do Norte e o Golfo do North Canyon. Estável conforme você avança. Nazaré, leva dois.

Descubra a mecânica de Nazaré Golf, o ponto de surfe conhecido por conceder o Recorde Mundial do Guinness a Garrett McNamara pelo a maior onda já perseguida.

Maya Gabeira: vivendo o sonho |  Foto: Ricardo Bravo / Red Bull

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui