Os heats perfeitos que marcaram a história do surf profissional

0
3
kellyslater105
kellyslater105

Eles são raros e preciosos. Confira as mangas perfeitas que marcaram a história do surf competitivo.

O surf profissional tem cinco eras diferentes: o ISF World Surfing Championship (1964-1972), o Smirnoff Pro-Am World Surfing Championship (1969-1977), o IPS World Tour (1976-1982), o ASP World Tour (1983-2014) e o League World Surfing (2015) -).

Para um surfista profissional, a bateria perfeita, uma pontuação total de 20 pontos em duas ondas, é o objetivo final. Mas os juízes são tradicionalmente conservadores e devem ser conquistados.

No passado, até 2002, o desempenho de um surfista era julgado por suas três melhores ondas, o que significava que uma onda perfeita tinha que ser um 30 Perfeito.

Como resultado, Shane Beschen foi o primeiro e único surfista a marcar três corridas perfeitas de 10 pontos em uma única corrida.

Porém, os critérios mudaram e hoje apenas as duas melhores ondas contam para o resultado.

Kelly Slater é o único surfista a ter conseguido três rounds de Perfect 20. Ele o fez pela primeira vez em 2005 e repetiu o feito em 2013 e 2016.

A lista de calor perfeita | Ano, surfista e evento

2017: Jordy Smith | Corona Open J-Bay (terceira rodada)

Surfando em suas águas nativas, Jordy Smith encontra duas ondas perfeitas e consegue um Perfect 20 dos jurados. A vítima foi Leonardo Fioravanti.

2016: Kelly Slater | Billabong Pro Tahiti (5ª rodada)

Kelly Slater fecha o negócio com duas ondas profundas em uma de suas ondas favoritas. A vítima foi Keanu Asing.

2015: Owen Wright | Fiji Pro (final)

Em uma formação varrida pelo vento, Owen Wright encontrou suas ondas mágicas e teve o que merecia. A vítima foi Julian Wilson.

2015: Owen Wright | Fidji Pro (quinta rodada)

Owen Wright está em alta nos tubos que lhe deram o primeiro Perfect 20 de sua carreira. A vítima foi Adam Melling.

2013: Joël Parkinson | Oakley Pro Bali (quinta rodada)

Dois canos esquerdos limpos dão a Joel Parkinson sua segunda corrida no Perfect 20. A vítima foi John John Florence.

2013: Kelly Slater | Volcom Fiji Pro (quartas de final)

Apesar das ondas grandes, trêmulas e poderosas, Kelly Slater completou o segundo Perfect 20 de sua vida. A vítima foi Sebastian Zietz.

2011: Jérémy Flores | Billabong Pro Tahiti (5ª rodada)

Jeremy Flores cava fundo e encontra os cilindros Teahupoo dos seus sonhos. A vítima foi Michel Bourez.

2008: Joël Parkinson | Billabong Pipe Masters (3ª rodada)

Uma rodada Perfect 20 em Pipeline ajudou Joel Parkinson a ganhar a Vans Surfing Triple Crown de 2008. A vítima foi Dusty Payne.

Joel Parkinson - Vans Triple Crown of Surfing de 2008 com um Perfect 20

2005: Kelly Slater | Billabong Pro Tahiti (final)

Kelly Slater se tornou a primeira surfista a atingir um Perfect 20 no novo sistema de pontuação. A vítima foi Damien Hobgood.

Kelly Slater: Tomando uma cerveja durante sua rodada Perfect 20 em Teahupoo |  Foto: ASP

1996: Shane Beschen | Billabong Kirra Pro (terceira rodada)

Kirra estava bombando e Shane Beschen encontrou três joias que a fizeram entrar na história do surf. A vítima foi Fábio Gouveia.

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui