O surf é apenas uma fase?

0
3
sunsetsurfer
sunsetsurfer

Quando você começa a surfar, para muitas pessoas pode parecer “apenas uma fase”, ou algo que você acaba deixando para trás. O surf pode resistir ao teste do tempo?

Para a maioria dos surfistas, o surf é profundo e acaba se tornando parte de quem eles são. Mas a vida é difícil e as coisas continuam mudando.

Quando você se muda para uma cidade do interior, adota uma carreira exigente ou começa uma família, seu tempo de navegação começa a diminuir.

Sim, você fica animado toda vez que vê alguém surfando, sempre verifica as condições ao dirigir à beira-mar, mas fica mais difícil pegar as ondas para se adequar ao seu horário.

E quanto menos você for à praia, menos fácil será quando você for. Você culpa a falta de exercício, idade, ou simplesmente acha que o surf nunca foi para você, afinal.

Mas só porque você parou de surfar ou porque ele não está mais tão bem, você parou de surfar?

A experiência mostra que uma vez surfista, sempre surfista.

É mais do que apenas atividade física; é algo que cresce e fica por dentro, que vem de sua relação com o oceano e que beira a espiritualidade.

Depois de obtê-lo, você não poderá mais voltar.

Surf: um vício para muitos, uma religião para alguns |  Foto: Bixby / Creative Commons

Só um surfista conhece a sensação

Isso não se aplica necessariamente a todos.

Para quem nunca sentiu na pele, sim, talvez tenha sido só uma fase, uma experiência que amou, nada mais.

Se você se pegar olhando para um oceano plano em um destino tropical e pensando “isso não é bom hoje”; se você fica vasculhando o oceano em busca de ondas enquanto leva seus filhos à praia, com um balde e uma pá nas mãos, em vez de uma prancha de surfe.

Se você sentir uma onda de empolgação ao ver alguém fazendo uma boa jogada (e encolher os ombros ao ver uma onda perfeita ir para o lixo); se você ainda olha para sua prancha de surfe favorita e pensa “talvez um dia, quando chegar a hora.”

Se você ainda sente a magia quando finalmente retorna, mesmo que depois de tentativas intermináveis ​​você só tenha conseguido se levantar uma vez, perguntando-se: “Por que não faço isso com mais frequência?” Então não, não foi apenas uma fase.

Ele se tornou uma parte de quem você é e ficará com você nos bons e maus momentos, quer você navegue ou não.

Simplificando, para quem entende, para quem foi “tocado”, o surf é para sempre uma grande parte de sua experiência de vida, como o famoso ditado “Só um surfista conhece a sensação” resume tão lindamente.

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui