Adriano de Souza deixará o surf profissional em 2021

0
33

Adriano de Souza deixará de praticar o surf profissional no final de 2021.

O campeão do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT) decidiu competir no nível de elite do surf por mais uma temporada e se despedir de seus amigos.

Nascido no Guarujá, Brasil, De Souza começou a surfar aos oito anos.

Aos 18 anos já era considerado um dos melhores surfistas do mundo quando viajou pelo mundo para participar do prestigioso Championship Tour.

Desde então, ele tem sido um pioneiro para o Brasil, com a estrela genial conquistando o título mundial júnior em 2003 e se tornando o campeão da Série de Qualificação (QS) em 2005.

Depois de garantir quatro vitórias no CT entre e , Adriano de Souza finalmente conquistou o troféu mais aclamado do Desporto com a conquista do título em , graças em parte a duas vitórias no Billabong Pipe Masters e no Margaret River Pro.

15 anos no nível mais alto

O brasileiro, que também venceu a etapa Oi Rio Pro , quer ceder nos seus próprios termos depois de mais de 15 anos de surf impressionante que inspirou milhões de pessoas.

“Nos últimos 15 anos, dei a minha vida ao surf, com muita dedicação, e experimentei 1000% surfar”, revelou o jovem de 33 anos.

“Competir sem paixão não é atitude de campeão e não condiz com a energia do Desporto.

“Quero comemorar os últimos 15 anos. Durante esse tempo, construí relacionamentos em todo o mundo, com meus entes queridos, e desenvolvi um forte vínculo com minha família, amigos e fãs. “

“Quero enviar uma mensagem de uma nova luz no meu caminho. Com uma camisa de corrida, sempre me concentrei em ir bem porque sou o campeão mundial.”

“Mas eu queria fazer as coisas que sempre imaginei, como ir a eventos especiais sem menos pressão e fazer uma viagem de surf com os amigos.”

Seus compatriotas brasileiros Gabriel Medina ( , ) e Ítalo Ferreira ( ) também conquistaram o título mundial, enquanto, junto com a lenda Carlos Burle, ajudou a inspirar compatriotas talentosos como Lucas Chianca, Lucas Fink, Mateus Herdy, Nicole Pacelli e Pedro . Vianna.

Mas De Souza, cuja marca está crescendo, tem planos para o futuro.

“Minha meta é concluir a inspeção técnica completa até 2021 porque tenho muitos amigos e não quero dizer ‘meio adeus'”, concluiu.

“Minhas expectativas são altas agora, especialmente para Saquarema, onde acho que será intenso. Essa vibração de ‘adeus’ me dá uma boa energia.”

Clique para avaliar este post!
[Total: 0 Média: 0]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui